Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/16262
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMedeiros, K.-
dc.contributor.authorMaciel, S.-
dc.contributor.authorAlexandre, J.-
dc.date.accessioned2018-07-04T14:53:57Z-
dc.date.available2018-07-04T14:53:57Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.isbn9978-972-8384-47-8-
dc.identifier.urihttps://ciencia.iscte-iul.pt/id/ci-pub-47414-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/16262-
dc.description.abstractEste estudo procura estudar as representações sobre mulheres e mulheres toxicodependentes numa amostra de estudantes universitários em ambos os países. No contexto brasileiro foi possível constatar a visualização de fatores relacionados ao género feminino de forma mais “pormenorizada”, traduzida por meio da associação à questões relativas à vulnerabilização da mulher, esta visualizada enquanto: “prostituta”, “perigosa”, “compulsiva”, “abandonada”, “problemática” e “sem oportunidade”. Em uma conjuntura criminalizante do uso de droga, no Brasil essa mulher é pensada a partir de um contexto marcado por preconceito e exclusão. Já as representações construídas pelos portugueses, estas salientaram uma definição objetiva, veiculada sobretudo a partir das estruturas patogênicas, tais como: “vício”, “doença”, “depressiva”, “dependência” e “seringa”, sendo a droga a principal mediadora entre o indivíduo-doença. Considerando as mudanças no cenário Português frente às drogas, vem consolidando-se um modelo de assistência mais humanizado, porém, o problema da droga para os portugueses, aparece enquanto um problema do indivíduo, desconsiderando as implicações sociais e ambientais.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherISPA – Instituto Universitáriopor
dc.relationinfo:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147229/PTpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectToxicodependênciapor
dc.subjectMulherespor
dc.subjectEstereótipospor
dc.titleMulher toxicodependente e suas representações: um estudo comparativo entre Brasil e Portugalpor
dc.typeconferenceObjecten_US
dc.event.title12º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde: Promover e Inovar em Psicologia da Saúdepor
dc.event.typeConferênciapor
dc.pagination503-511por
dc.publicationstatusPublicadopor
dc.peerreviewedyespor
dc.journal12º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde: Promover e Inovar em Psicologia da Saúdeen_US
dc.numberen_US
degois.publication.firstPage503por
degois.publication.lastPage511por
degois.publication.locationLisboapor
degois.publication.title12º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde: Promover e Inovar em Psicologia da Saúdepor
dc.date.updated2018-07-04T14:53:13Z-
Appears in Collections:CIS-CRN - Comunicações a conferências nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
12CongNacSaude503.pdf94.65 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.