Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20784
acessibilidade
Title: Charisma in times of normalcy: leaders should prepare for crisis
Authors: Ferreira, Afonso Tadeu Bernardo Vaz
Orientador: Ramalho, Nelson Campos
Keywords: Charismatic leadership
Negative emotions
Sense of urgency
Crisis unpreparedness
Liderança carismática
Emoções negativas
Sentido de urgência
Impreparação para a crise
Issue Date: 2-Oct-2020
Citation: FERREIRA, Afonso Tadeu Bernardo Vaz - Charisma in times of normalcy: leaders should prepare for crisis [Em linha]. Lisboa: Iscte, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20784>.
Abstract: Charismatic leadership is essentially an attribution by followers. Earlier research treated it in this manner, especially related to crises, but with time, the focus shifted to treating it as a cause, rather than an outcome. This might be explained by the attribution process not being theoretically supported in times of normalcy. This study departed from the assumption that in times of normalcy, leaders are expected to prepare for a crisis, preventing negative emotions (reactive to impending threat) that would hamper charisma attribution. Crisis preparedness was deemed insufficient to directly explain charisma attribution, and thus it requires a concomitant estimation that future crisis might be probable, producing the notion of a sense of urgency. This resulted in a moderated mediation model that was tested with 247 full-time employees. Findings support the indirect effect of negative emotions between crisis unpreparedness and charisma attributions, while the direct effect is only observed when the subjective estimation of crisis probability within a 1-year time horizon approaches the 50% probability. Findings are discussed at the light of theory and conclusions drawn as to charisma attributions in time of normalcy.
A liderança carismática é essencialmente uma qualidade atribuída aos líderes pelos subordinados. Os estudos iniciais trataram-na desta forma, especialmente relacionada com crises, mas com o tempo o foco passou a tratá-la como uma causa, e não um resultado. Isso pode ser explicado por o processo de atribuição não ser teoricamente suportado em tempos de normalidade. Este estudo partiu do pressuposto de que, em tempos de normalidade, espera-se que os líderes preparem a crise, evitando emoções negativas (reativas a ameaças iminentes) que dificultariam a atribuição de carisma. Considerou-se insuficiente a preparação para a crise exigindo-se a simultaneidade de um risco percebido de ocorrência de uma crise, produzindo a noção de um sentido de urgência. Tal resultou num modelo de mediação moderada que foi testado com 247 empregados em tempo integral. Os resultados mostram um efeito indireto das emoções negativas entre a impreparação para a crise e as atribuições de carisma, enquanto, o efeito direto é observado apenas quando a estimativa subjetiva da probabilidade de crise no horizonte de um ano se aproxima de 50%. Os resultados são discutidos à luz da teoria e as conclusões retiradas quanto à atribuição de carisma em tempos de normalidade.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/20784
Thesis identifier: 202529479
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Afonso_Vaz_Ferreira.pdf587.08 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.