Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20792
acessibilidade
Title: Abusive supervision and moral disengagement: the role of ethical climate and team size
Authors: Martins, Sandra Isabel Conceição
Orientador: Ramalho, Nelson Campos
Keywords: Moral disengagement
Abusive supervision
Ethical climate
Team size
Desvinculação moral
Supervisão abusiva
Clima ético
Dimensão da equipa
Issue Date: 2-Oct-2020
Citation: MARTINS, Sandra Isabel Conceição - Abusive supervision and moral disengagement: the role of ethical climate and team size [Em linha]. Lisboa: Iscte, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20792>.
Abstract: Moral disengagement is a cognitive process related to ethics that allows individuals to perform unethical behaviors without a moral burden. This process and, in particular, the mechanism of displacement of responsibility, has been linked to leadership since the leader acts as a role model, influencing followers' behavior. Therefore, this study focuses on the influence of a specific type of leadership, abusive supervision, on followers' moral disengagement, with the mediation of instrumental ethical climate. Additionally, team size was introduced as a moderator due to the influence of group dynamics in organizational contexts. With a sample of 226 employees, results show that instrumental ethical climate fully mediates the positive relationship between abusive supervision and moral disengagement. Findings also highlight a conditional direct effect, being the relationship positive for teams sized up to seven members but negative when the team size is larger than 29 members. The results are discussed in terms of their implications for organizations.
A desvinculação moral é um processo cognitivo associado à ética e que permite que os indivíduos tenham comportamentos imorais, sem a respetiva auto-sanção. Este processo e, em particular, o mecanismo de deslocamento da responsabilidade, tem sido associado à liderança, uma vez que o/a líder age como um modelo e influencia o comportamento do/a subordinado/a. Assim, a presente dissertação foca-se na influência que um tipo específico de liderança, a supervisão abusiva, tem na desvinculação moral dos subordinados, com a mediação do clima ético instrumental. Adicionalmente, a dimensão da equipa foi utilizada como uma variável moderadora devido à influência das dinâmicas de grupo em contextos organizacionais. Com uma amostra de 226 trabalhadores, os resultados mostram que o clima ético instrumental medeia totalmente a relação positiva entre a supervisão abusiva e a desvinculação moral. Além disso, os resultados refletem ainda um efeito direto condicional, sendo esta relação positiva em equipas até sete membros, mas negativa quando a dimensão da equipa é superior ou igual a 29 membros. Os resultados são discutidos tendo em conta as suas implicações para as organizações.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/20792
Thesis identifier: 202529487
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Sandra_Conceicao_Martins.pdf1.04 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.